dezembro 27, 2011

Insanidade


Em turvo, insano desatino
Lancei-me louca nos teus braços
E tornei o senhor do meu destino
O teu mais terno e precioso abraço

E tu, meu anjo, doce menino
Fugiste de repente dos meus laços
Em turvo, insano desatino
Lancei-me louca nos teus braços

Vivo agora com a recordação
Das tuas meigas palavras,tão gentis
E guardo dentro do meu coração
O desejo irreal de ser feliz
Em turvo, insano desatino!

bjs soninha

2 comentários:

✿ chica disse...

Inspiração linda,Soninha! Como estão as coisas por aí? Melhorou? Desejo tudo de bom, muita saúde e todo resto de bom para ti e teus em 2012.Espero no novo ano, mais uma vez estar juntas por aqui! beijos,chica

Tunin disse...

A intensidade da chama dos teus versos, faz-nos tremer de amor.Beleza!
Abração.