setembro 23, 2011

Poeta!


POETA!

Poeta não é o que inventa
ou simula as palavras ditas
num jogo de vaidades
onde apenas se almeja
ao mundo inteiro agradar.
Inútil esperança vã...
a alma do verdadeiro poeta
se nutre num oceano de versos
onde os seus sonhos imersos
saltitam buscando realização
Nesta sua vivência, de fato
vai largando ao abandono
o que é medíocre, sem lastro,
Aos poucos ele constroi
escadas rumo ao infinito
pois ao mais leve ruído
- Brota o verso que o consagra.

bjs,soninha

2 comentários:

✿ chica disse...

Muito lindo,Soninha! Vim desejar uma linda primavera!beijos,chica

Orvalho do Céu disse...

Olá, querida
A foto do Drummond é de Macaé???
Bjm de paz e primaveril