junho 23, 2011

São João do meu Nordeste!


SÃO JOÃO DO MEU NORDESTE

No arraiá nordestino
Tem tudo que há de "bão"
Tem canjica e milho verde
Tem quadrilha e tem quentão
Tem muié vestindo calça
Outras, com blusa de alça
Tem, inté, muito balão

Muié de cintura fina
Homi com chapéu de palha
Mas ali, homi não entra
Se no bolso tem navalha
Tem crianças espiando
Ao longe, ficam dançando
Lá não entra quem é pirralha

O quentão correndo solto
Nas veias, vai esquentando...
Muitos homi e as muié
Pelos cantos, se esfregando
Faz-de-conta que se dança
Mas é só, pura lambança
Estão mesmo é namorando.

- Tá na hora da quadrilha!
Assim grita o Zé Chicote
O sanfoneiro se apruma
E o seu toque brada forte
Pelas brenhas do sertão
Sem deixar um só rincão
Ele vai, levando a sorte.

A batata, na fogueira
Tão gostosa! - está assando.
O milho que já assou
As muié vão degustando
A pamonha tá no ponto
Só uma coisa eu não conto:
- Quem é que está cantando?!

O licor de jenipapo
Feito por sinhá Maria
Quando sobe pra cabeça
Tudo é riso e alegria
A quadrilha primorosa
Perfumada qual a rosa
Do cabelo de Maria.

Venham cá, se "aprocheguem"
Diz o padre Fala Fina
Com os "zóios" butecados
No decote da menina
Sai andando aos tropeços
Segurando uns adereços
Se embaraça na batina.

Vamos lá, seu sanfoneiro
Bota fogo no salão
Quero ver muié com homi
Se acabar neste salão
Ver surgir o novo dia
Pois tamanha alegria
Só se vê no meu sertão.

Igual a este não tem não!

bjs,soninha

2 comentários:

✿ chica disse...

Adoro teus versinhos que são lindos! beijos,chica

Anne Lieri disse...

Soninha,que delicia de cordel!Bem animado e ritmado!Amei!Bjs,