abril 30, 2011

Cordel da Madrugada


Quando chega a madrugada
E todos estão dormindo
Eu abro o meu coração
Logo, os versos vão surgindo
Se arrumando direitinho
Recebem o meu carinho
Pra depois, os ver fugindo...

Às vezes corro atrás deles
Outras, eu deixo pra lá
Eles ficam espiando
O que eu faço, por cá
São peraltas, curiosos
Pensando que são famosos
E adoram um "tralálá"...

Confesso que eu não gosto
E até fico chateada
Quando eles fogem de mim
Me deixando na roubada
Me ponho então a cantar
Para os males espantar
E pra não ficar frustrada.

bjs,soninha

Um comentário:

✿ chica disse...

Maravilha de cordel,Soninha!

beijos,lindo domingo,chica