abril 26, 2011

Ao Mestre Jesus!



Eis que os teus braços se abriram
Quando te pregaram na cruz
Das pontas dos teus dedos fulgiram
O brlho de uma argêntea luz

Meus pensamentos te seguiram
Pois Tu és o Amor que conduz
Eis que os teus braços se abriram
Quando te pregaram na cruz

Buscavas, então, estreitar-nos
Juntinhos ao teu coração
E, neste carinho enlevar-nos
Na doçura da tua mansidão
Eis que os teus braços se abriram!

soninha

BLOGAGEM COLETIVA
TEMA: TERNURA

Um comentário:

Fa menor disse...

Belíssimo!

Bjos